Pular para o conteúdo

17 de junho de 2016

Um abraço, Osvaldo

por danielmariani

Por César Umetsubo

Osvaldo era um amigo nosso de São Bento do Sul. A primeira vez que eu o cumprimentei achei que era uma garota, pelos longos cabelos loiros encaracolados. Eu nunca entendi muito as músicas do Nirvana. Ele entendia. Osvaldo insistia que Hyoga de Cisne era mais forte que Ikki de Fênix. Eu ainda discordo. Bom, vou analisar uma partida pra ele.

Osvaldo Rodrigues da Veiga – Marcos Paulo dos Santos
5th Sao Bento do Sul Brazil, Open, 04.09.2015
[César Umetsubo]

1.d4 d5 2.e3 e6
2…Cf6 é mais flexível, pois ainda não fecha o bispo de c8. 3.Bd3 Quando o branco joga Bd3 antes de Cf3 mostra uma intenção de jogar uma Stonewall. 3…c5 4.c3 Cc6 5.f4 Tá feito o Muro de Pedra. 5…Bg4 O bispo se desenvolve antes do avanço e7–e6. Com o bispo “fora da cadeia”, a chance de sucesso do típico ataque da Stonewall diminui bastante. 6.Cf3 (6.Db3? tentando malandrear sobre b7, já que o bispo saiu de c8, perde para 6…c4 7.Dxb7 Ca5 8.Db5+ Bd7) 6…e6 7.0–0 Be7 8.Cbd2 0–0 Veja que as pretas se desenvolveram harmoniosamente. 9.h3 Bf5! Bem interessante, pois oferece a troca do melhor bispo das brancas, ao custo de uma estrutura estranha. Suponhamos que as brancas topem estragar os peões pretos: 10.Bxf5 (Em Chigaev – Nepomniachtchi, o branco recusou a troca dos bispos com 10.Be2 e depois de um profilático 10…h6 temos certeza que o preto tem melhores desenvolvimento e estrutura.) 10…exf5 11.dxc5 Bxc5 12.Cb3 Bb6 13.Cbd4 g6 Facilmente vemos um peão isolado em d5, e peões pretos dobrados em f7 e f5. Mas eles não são alvos tão vulneráveis. As peças pretas não perder atividade para defendê-los. Branco possui um cavalo centralizado numa boa base de operações em d4. Após as trocas centrais, o peão de e3 branco parece muito mais vulnerável que qualquer peão preto. É um peão atrasado. Ele está imobilizado e não pode ser defendido por nenhum peão. Ficará vulnerável pelo ativo bispo de b6 e por peças pesadas na coluna “e”. Na buraqueira do campo branco também vejo muitas casas interessantes para os cavalos pretos: e4, c4, talvez um dia g3.

3.Bd3 Cf6 4.Cd2 Be7
4…Bd6 Este detalhe tem uma malandragem posicional. Se seguirmos a Stonewall, 5.f4 c5 6.c3 cxd4! Tá-dá! “Era esse o golpe? E daí?” 7.cxd4 Com c3xd4, as pretas conseguem atacar a ala da dama com mais facilidade com a coluna “c” aberta. (7.exd4 A malandragem é que as brancas queriam capturar com e3xd4. Vantagens: a) abrindo a diagonal do bispo de c1 pra um futuro ataque na ala do rei; b) a coluna “e” ficaria semiaberta, o que dificultaria as pretas jogarem Cf6–e4 um dia; c) As brancas se sentiriam mais à vontade de jogar Cf3–e5, já que a recaptura não dobraria peões. 7…Bxf4) 7…0–0 8.Cgf3 b6 9.De2 a5 10.0–0 Ba6 trocando os bispos desejados. Carlos Carvalho – Everaldo Matsuura, 1999.

5.f4
Ainda havia a opção de jogar um Sistema Colle com 5.Cgf3 , considerada por muitos como uma das aberturas mais tediosas do xadrez. Eu já joguei. hehehe

5…c5 6.c3
Ataque Stonewall! Uma tradição de sua terra. Ela tem o mesmo nome da respeitada variante Stonewall, da Defesa Holandesa, por ter a mesma estrutura. Um amigo meu gosta de Stonewall de pretas mas não de brancas. Isso porque em ambas as situações as pretas tem boas chances de igualar.

13444250_1082055285220479_591038041_n

6…c4?
Preto ganha espaço na ala da dama, mas esse lance tem muitos defeitos: a) perde pressão central; b) dificulta a troca dos bispos de casas brancas; c) fecha uma das importantes vias de ataque das pretas na ala da dama, a coluna “c”. Geralmente para atacar, linhas abertas são necessárias. Prefiro 6…0–0, 6…Cc6 e 6…b6

7.Bc2 0–0 8.Cgf3 b5 9.0–0 Cc6
9…Bb7 10.Ce5 Ce4 é um bom jeito de atrapalhar o ataque das brancas. Chato.

10.Ce5
Esta centralização do cavalo é o início da ofensiva da Stonewall. Melhora a posição do cavalo e libera a casa f3 para a passagem de outras peças para atacar a ala do rei. A estabilidade central é essencial para o ataque de ala.

10…Bb7
10…Cxe5? 11.fxe5 Cd7 as trocas potencializaram a torre de e1 e o cavalo preto perdeu atividade. O rei preto fica menos defendido. As brancas podem desdobrar com 12.e4 e dando boas perspectivas ao bispo de c1.

11.Qe1
Dd1–e1–h4 não me parece a manobra natural da dama, já que o bispo preto de e7 cuida de h4. O que Osvaldo quer com isso? Acho 11.Tf3 mais rápido. Mantenho a dama em d1 pra mais opções. 11…a5 12.Th3 g6 acho que este é o jeito pra tentar segurar o ataque. (12…b4 13.Bxh7+ Cxh7 14.Dh5 este é o principal trunfo do Ataque Stonewall.; 12…h6 eu não gosto muito. Tenho a impressão que deixa o preto mais vulnerável a futuros g2–g4–g5 ou um onírico Bxh6.) 13.g4 b4 14.g5 E as brancas começam a vislumbrar uns golpes como 14…Cd7 15.Txh7 Rxh7 16.Dh5+ O tema existe. Na partida, você tem que calcular pra ver se funciona… ou blefar! hehehe

13451267_1082055288553812_1471841314_n

11…b4 12.e4!? Da5
O preto podia dar uma secada na posição com 12…Cxe5 13.fxe5 Cxe4 14.Cxe4 dxe4 15.Bxe4 Bxe4 16.Dxe4 Dd5 17.Dg4 f5 18.exf6 Txf6 Os peões pretos são mais fracos, mas a dama preta está muito bem colocada e a torre de a8 chega pra a coluna “f” muito rápido.

13.Cxc6!
Esta era a ameaça. O preto deveria ter evitado esse truque.

13…Bxc6 14.e5
Ganhando mais espaço na ala do rei e expulsando o cavalo da boa casa de defesa f6. Agora o ataque vai bem mais forte.

14…Cd7 15.Cf3 b3?!
Um erro conceitual parecido com o lance 6 … c5–c4. 15…Ba4 tentando trocar o perigoso bispo de c2 tem uma variante legal: 16.cxb4! (evitar a troca com 16.Bb1 tá ótimo também.) 16…Bxb4 (16…Dxb4 17.Dxb4 Bxb4 18.Bxa4) 17.Bxh7+! Chamam este tema de o “Presente Grego”. 17…Rxh7 18.Cg5+ Rg8 19.Dh4 Rfe8 20.Dh7+ Rf8 21.f5! exf5 22.Dxf5 e um abraço.; Eu chamei o lance da partida de erro, mas não tenho muita moral pra isso. Já que eu também não encontrei nenhuma defesa brilhante. 15…bxc3 16.bxc3 Assim os peões a2 e c3 ficam mais atacáveis, e a coluna “b” está aberta para tentar contra-jogo. 16…Ba4 17.Bb1 Acho que a defesa é por aqui. Até tentei sacrificar a qualidade, mas o ataque branco é sério. 17…Tfb8 (17…g6 18.g4 não acho que estes 2 movimentos ajudam as pretas.; 17…f5? 18.exf6 Txf6 19.f5!) 18.f5 Txb1 (18…Cf8 19.f6! gxf6 20.exf6 Bxf6 21.Ce5 é sinistro.) 19.Txb1 exf5 (19…Bc2 20.Tb7) 20.e6! Se eu fosse pretas, talvez eu já estivesse pensando: “Qual arremate é o mais difícil do Osvaldo encontrar?”

16.Bb1 Tab8

13459676_1082055281887146_743283721_n

17.g4
Não precisa, Osvaldo. Ataques de peça geralmente são mais rápidos que ataques de peões. Em posições de ataques de alas opostas, é bom ser rápido. 17.a3 Eu acho este sacana, pois diminui bastante o contrajogo preto na ala da dama. A chance do preto fica nos finais em que ele possa sacrificar uma peça em a3.; Objetivamente, 17.f5! é bem forte. Abre a diagonal do bispo de casas pretas, cria ameaças de f5–f6 para abrir o rei preto e para permitir De1–h4.

17…Cb6 18.g5?
Permite a passagem De1–h4, mas obstrui ainda mais o bispo de c1, tira a casa de acesso de Cg5 e o branco perdeu 2 tempos com g2–g4–g5. Corre o risco de nunca mais jogar f4–f5 se o preto jogar…

18…g6
Alá! Dificultou muito o ataque. Engraçada a situação da torre de a1 e do bispo de b1. A torre não vem pra ala do rei, porque o bispo não permite. Mas o bispo de b1 não tem casa para manobrar! Bom, vamos ter que dar mate com as outras 4 peças então. Hehehe

19.h4
E lá vamos nós abrir uma coluna para o ataque!

19…Tfc8
É, Marcos Paulo. A ala da dama ficou fechada demais. Está muito difícil de contra-atacar.

20.h5
Quando este peão chega em h5, tirando a resistência de g6, aumentam as chances do bispo de b1 participar nos ataques.

20…Bf8
Nem pense em comer 20…gxh5? revivendo o bispo de b1. 21.Dh4+–

21.De3
Manobrando pra h3! Eu lembro que comentei com ele que esta dama podia ir direto pra h4. Ele concordou com espanto.

21…Bg7

13474147_1082055291887145_1551146002_n

22.Rf2
Também podia levantar o rei pra passar a torre pra h1, “de letra”. 22.Kg2

22…Tb7 23.Th2 Cd7 24.Th1
E depois rimos desta manobra de torre também.

24…bxa2 25.Txa2 Dc7 26.Ch2!
Não só completa a “manobra” da dama, mas também visa a importante fraqueza em f6!

26…Cf8 27.Cg4 Tcb8 28.Dh3 Cd7 29.hxg6 hxg6 30.Dh7+ Rf8 31.Cf6 Bxf6 32.gxf6 Re8 33.Dg8+ Cf8

13459649_1082055278553813_1622447512_n

34.Th8
34.Dxf8+ também ganhava. 34…Rxf8 35.Th8#

34…Rd7 35.Dxf7+ Rd8 36.Txf8+ 1–0
Um abraço, Osvaldo…

Anúncios
Leia mais de Artigos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Observação: HTML é permitido. Seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Assinar os comentários

%d blogueiros gostam disto: