Pular para o conteúdo

10 de setembro de 2014

1

Histórias do Xadrez Brasileiro

por marcelopomar

Histórico do enxadrista João Batista Ribeiro Neto
Por Vânio Melo Ribeiro

Muito embora as atividades enxadrísticas no Estado de Santa Catarina apresentassem uma característica que o notabilizava dentre os demais, pode-se afirmar que o grande momento em que desabrochou, coincide com a data da fundação da Federação Catarinense de Xadrez em 1953.

Desde o início do século XX, as cidades de colonização alemã, como Blumenau e Joinville, já possuíam uma prática deste jogo bastante disseminada e, em 1920, Blumenau realizava seu primeiro campeonato oficial. Como destacado na secção destinada a este município, José Kügler foi seu primeiro campeão oficial e a partir daí, apenas esporadicamente, seus campeonatos sofreram continuidade. Uma década mais tarde, também em Blumenau, O.G. Fath dava início a uma hegemonia que duraria alguns anos, até a chegada de Demétrio João Schead, o qual inscreveria definitivamente seu nome na história do xadrez em nosso Estado.

Mas outro personagem que, como Schead, também se confunde com o próprio xadrez catarinense, atendia pelo nome de João Batista Ribeiro Neto. Até mais que Schead, dependendo do ângulo de observação, já que o representante de Blumenau restringia suas atividades à literatura do jogo e aos campeonatos de sua cidade e Estaduais, João Ribeiro foi um verdadeiro paladino, que levou o xadrez aos mais diferentes recantos de nosso Estado. Estava sempre disposto a fazer com que mais pessoas conhecessem as belezas deste jogo milenar, favorecendo sua disseminação.

João Batista Ribeiro Neto nasceu no ano de 1928, no dia 06 de setembro, de uma Família com 09 irmãos, na cidade serrana de São Joaquim. Seu pai (Enedino Batista Ribeiro) lhe ensinara os movimentos das peças e o menino logo mostrou desenvoltura na condução das partidas que ambos jogavam nos fins de tarde e anoitecer, ao lado da lareira, nos dias frios de inverno do Planalto Catarinense.

Entretanto, mal iniciara os estudos secundários, sua Família transferiu-se para Florianópolis, e nesta cidade João Ribeiro concluiu , em 1944, o curso ginasial no tradicional Colégio Catarinense. Prosseguiu seus estudos até ingressar na Faculdade de Direito de Santa Catarina, bacharelando-se nesta carreira em 1953. Este ano coincide com a fundação da Federação Catarinense de Xadrez, que no ano seguinte organizou o primeiro campeonato oficial do Estado, o qual foi vencido pelo representante de Blumenau Demétrio João Schead, tendo como vice-campeão o representante de Joaçaba o médico Dr. Miguel Russowsky. Um pouco antes, em 1949, João Ribeiro ainda como estudante de Direito toma parte dos Jogos Universitários Brasileiro, realizado em Salvador-BA, comemorativo de um século do nascimento do grande jurista, escritor, orador e político Rui Barbosa. O estudante João Ribeiro não apenas ajudou a Equipe Catarinense a vencer a competição, como também teve a satisfação pessoal de derrotar o Campeão da Bahia.

Em 1954 representa Santa Catarina no Campeonato Brasileiro. João Batista Ribeiro Neto continuava perseguindo incansavelmente o título catarinense. Nestes primeiros anos da fundação da Federação, Demétrio João Schead estava no apogeu de suas forças, vencendo as três primeiras edições: 1954, 1955 e 1956. No ano seguinte foi a vez de um talentoso enxadrista, o qual seria o maior em força técnica dentre todos que o Estado já produzira: Adaucto Wanderley da Nóbrega.

Em 1958 João Ribeiro esteve muito perto de alcançar seu grande objetivo; Porém meio ponto o separou do campeão Freddy Pedrotti Guimarães, o qual representava a cidade de Joinville. Mas no ano seguinte, em Florianópolis, as posições se inverteram e João Batista Ribeiro Neto foi declarado Campeão do estado de Santa Catarina.
Ele realizou seu grande sonho; Mais de 20 anos haviam se passado desde que seu pai lhe ensinara, pela primeira vez, os movimentos das peças. Uma grande emoção pela conquista inédita pareceu recompensar-lhe o esforço. Seu pai, em especial, era merecedor da sua gratidão. João Ribeiro repetiu esta façanha em 1963; desta feita, morando na cidade de Joaçaba. Em 1969 obteve o vice-campeonato catarinense.

Em Florianópolis foram 04 os títulos conquistados: 1955, 1960, 1969 e 1986. Como Vice-Campeão foram mais três oportunidades: 1956, 1966 e 1979.

10406382_10202737597621211_1461492496326221145_n

Em competições de Jogos Abertos integrou a equipe campeã (Florianópolis) em 1971 na cidade de Rio do Sul (Foto 01 do post – Ele se encontra no primeiro plano, à esquerda da foto); Em 1972 na cidade de Itajaí; Em 1973 na cidade de São Bento do Sul; Em 1974 na cidade de Criciúma e em 1975 na cidade de Chapecó. Em cinco outras oportunidades a equipe de Florianópolis chegou em 2° lugar: Na cidade de Brusque em 1960 (1° Jogos Abertos de Santa Catarina); Na cidade de Florianópolis em 1961; Na cidade de Blumenau em 1962; Na cidade de Joinville em 1969 e na cidade de Concórdia em 1970.

A sede própria do Clube de Xadrez de Florianópolis foi sua maior conquista. Com muita garra conseguiu adquirir 02 salas comerciais (704 e 705) no edifício Miguel Daux, no centro de Florianópolis. Presidiu o Clube por muitos anos.
João Batista Ribeiro Neto ainda exerceu múltiplas atividades, seja no Ministério Público como Promotor de Justiça (mais tarde Procurador de Justiça); Professor universitário da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) lecionando a cadeira de Direito Penal. Era casado com Vanda Melo Ribeiro (Funcionária Pública Estadual) e pai de quatro filhos: Ana Lídia Melo Ribeiro (Eng° civil), Valéria Melo Ribeiro (Economista), Vânio Melo Ribeiro (Eng° civil) e Flávio Melo Ribeiro (Psicólogo). Dentro do convívio universitário criou e inaugurou um “Tabuleiro Gigante” na praça da UFSC; Em contato com o prefeito da Capital Edson Andrino, na época, solicitou e, prontamente atendido, foi colocado na cidade vários tabuleiros fixos de xadrez (calçadão e praças) que existem até hoje.

Faleceu no dia 06 de junho do ano de 1988 de infarto agudo do miocárdio, aos 59 anos de idade. Em março deste mesmo ano participou, na cidade de New York (USA), de um Campeonato Aberto da cidade. No ano do seu falecimento foi criada a Taça João Batista Ribeiro Neto com o intuito de perpetuar a lembrança deste grande incentivador do xadrez catarinense; Um dos mais cobiçados troféus. Desde a primeira edição este Torneio mostrou-se um dos mais elevados em índice técnico, participando jogadores profissionais de vários países da América latina.
Deixou um grande legado ao Xadrez de Santa Catarina ensinando, acima de tudo, a lealdade, a amizade, o espírito de união e o respeito ao esporte e as pessoas.

Florianópolis, 25 de agosto de 2014.

Esse ano a Taça João Batista Ribeiro Neto será realizada no tradicional Colegio Catarinense, entre os dias 12 e 14 de setembro, valerá 03 vagas para a Final do 64º Campeonato Citadino de Florianópolis, rating internacional e R$1.500,00 em prêmios. Vânio Ribeiro, seguindo a trilha traçada por seu pai, está inscrito na competição!

Confira a lista.

Anúncios
Leia mais de Artigos
1 Comentário Comente
  1. nov 4 2015

    Ótimo blog. Parabéns!
    Um livro meu:
    https://www.academia.edu/16826954/en_passant_-_Estórias_e_Histórias_de_xadrez
    É livre. Pode fazer o que quiser…
    abs Salomão Rovedo

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Observação: HTML é permitido. Seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Assinar os comentários

%d blogueiros gostam disto: