Pular para o conteúdo

9 de agosto de 2014

Brasil sacode a poeira, e vence a favorita Letônia!

por marcelopomar

Brasil vence forte equipe da Letônia, e segue sonhando. 

A equipe olímpica de xadrez do Brasil deu a volta por cima ao vencer a favorita Letônia, na tarde deste sábado, pela sétima rodada da Olimpíada de Tromso. Com isso, segue sonhando em repetir ou superar a melhor classificação de todos os tempos, um 14º lugar na longínqua 8ª Olímpiada de Xadrez, em Buenos Aires, 1939. Nesse época o sistema de competição era totalmente distinto e contava com apenas 27 equipes. Na era moderna, com centenas de equipes, a melhor classificação foi um 17º, em 2010.

A vitória foi apertada, e dificilmente seria diferente. As forças eram equilibradas, mas a Letônia levava vantagem no rating médio, e nas forças individuais nos três primeiros tabuleiros. E foi onde o Brasil levava vantagem justamente, com Gilberto Milos no quarto tabuleiro, que começou a ser desenhada a vitória do Brasil. Milos demoliu seu adversário em 20 lances, mesmo jogando de pretas, com um jogo firme e decidido, e certamente sua postura contaminou positivamente os mais jovens GM’s da equipe. Krikor Mekhitarian, ao seu lado no terceiro tabuleiro, conduzindo peças brancas, também venceu em excelente partida, que foi resolvida de maneira tática, “copando” a dama adversária. Com dois a zero no placar, restavam os finais de Rafael Leitão contra Alexei Shirov, e Alexandr Fier contra Igor Kovalenko. Leitão infelizmente não resistiu a Shirov, embora tenha lutado bravamente. Fier, jogou tranquilo um final de bispo e torre contra cavalo e torre, onde esteve sempre um pouco por cima. Acabou empatando, e com isso determinando a importante vitória no match: Brasil 2,5 : 1,5 Letônia.

Rafael Leitão (2649) 0 x 1 Alexei Shirov (2709)

Reproduza a partida 

Igor Kovalenko (2650) ½ x ½ Alexandr Fier (2570)

Reproduza a partida 

Krikor Mekhitarian (2568) 1 x 0 Aturs Neiksans (2572)

Reproduza a partida 

Toms Kantans (2496) 0 x 1 Gilberto Milos (2583)

Reproduza a partida

Escalação adequada para o match foi importante

O Brasil jogou com sua formação principal, e sem sombra de dúvida essa decisão do capitão Gilberto Milos foi fundamental para o bom desempenho do grupo. Sua postura, como líder, veterano, foi decisiva no match, irradiando segurança para os demais jogadores. Parabéns aos nossos GM’s!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Observação: HTML é permitido. Seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Assinar os comentários

%d blogueiros gostam disto: