Pular para o conteúdo

6 de agosto de 2014

2ª vitória da equipe feminina nas Olimpíadas

por danielmariani

A equipe feminina do Brasil se recuperou da derrota contra as russas na 2ª rodada com a vitória no match contra Luxemburgo. Apesar do favoritismo no rating, o confronto não foi nada fácil: Joara e Suzana empataram em posições inferiores e Vanessa desperdiçou mais de um arremate até receber uma pequena combinação de xeque perpétuo. O resultado positivo foi concretizado pela vitória de Juliana Terao sobre Alice Biryukov.

Fiona Steil-Antoni (2112) x Vanessa Feliciano (2226)

Com as brancas, Fiona evitou as linhas abertas da siciliana, optando por um sistema com fianqueto que logo semostrou passivo demais. Passada a abertura, a vantagem das pretas já estava consolidada e após 21.c4?? 

fem3rd01

Vanessa poderia explorar o enfraquecimento da casa d4 e a má coordenação das peças brancas com 21…gf3! seguido de 22…Tf3 e 23…Cd4.

A partida seguiu com 21…Ce3 e Vanessa obteve vantagem graças ao forte peão passado em e3. As chances de vitória desapareceram após um sacrifício de qualidade tardio.

fem3rd02

As pretas vencem com 27…Te4! 28.Tf8 (28.de4 d3 seguido de e2 e Dd4) 28…Bf8 e os peões são imbatíveis. Vanessa jogou 27…Tf1? e permitiu um truque tático salvador: 28,Tf1 Te4 29.de4 d3 30.De3! as brancas eliminam um dos peões sem medo da cravada: 30…Bd4 31.Tf7! Df7 32.Dd4 Df3 33.Dd7 com empate.

Nadine Kremer (1844) x Joara Chaves (2026)

Partindo de uma abertura vienense Joara igualou rapidamente, mas o equivocado 10…Ca5?

fem3rd03

permitiu táticas favoráveis às brancas com 11.Bf7! – ignoradas por Nadine. Mais tarde, em posição igual, Joara decidiu sacrificar seu bispo de casas negras por dois peões e possibilidades de ataque, mas as ameaças rapidamente minguaram e a partida acabou estranhamente empatada quando o negro tem 2 peças a menos e quase nenhuma iniciativa.

fem3rd04Empate?

Juliana Terao (2222) x Alice Biryukov (1941)

Juliana empregou uma Ruy Lopez com 5.d3 e após 12…Be6?? obteve vantagem decisiva aplicando um típico golpe central:

fem3rd05

13.d4! garfa uma peça preta e sua posição oferece poucas esperanças de salvação: 13…Bb6 14.Cf6 e 15.d5 ou 13…Bd5 14.ed5 atacando c5 e c6.

O esboço de contra-ataque na ala do rei é facilmente rechaçado pelas brancas e a vantagem material foi convertida sem maiores problemas.

Esta segunda vitória da equipe brasileira a coloca na 58ª colocação. Junto à outras 46 equipes, as brasileiras seguem os 12 líderes ainda invictos. Na próxima rodada o confronto será com a equipe da Romênia na mesa 17.

Acompanhe as partidas ao vivo a partir das 9h da manhã.

[PGN]

[Foto: Anastasyia Karlovitch]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Observação: HTML é permitido. Seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Assinar os comentários

%d blogueiros gostam disto: