Pular para o conteúdo

4 de agosto de 2014

Leitão empata com Kasimdzhanov, mas Brasil é derrotado pelo Uzbequistão

por marcelopomar

Rafael Leitão fez sua parte no confronto entre ex-campeões mundiais que fez contra Rustam Kasimdzhanov, líder da equipe uzbeque. Kasimdzhanov foi campeão da Copa do Mundo em 2004, e Rafael Leitão bicampeão mundial de categorias (sub12 e sub18). Jogando de maneira sólida e conduzindo as peças brancas, não enfrentou maiores dificuldades para firmar tablas após 29 lances.

E foi só. Nos outros três tabuleiros o Brasil foi solapado pela ex-republica soviética, mesmo enfrentando jogadores com rating inferior nos tabuleiros 3 e 4. O resultado do match (0,5:3,5) é uma ducha de água fria na torcida brasileira, que esperava uma vitória depois de duas derrotas seguidas para o Uzbequistão nas Olimpíadas de 2010 e 2012.

Filipov (2615) vs Fier (2570)

Fier jogou ao seu estilo, arriscando numa variante Winaver da francesa, aparentemente bem preparada em casa pela velocidade com que foi jogada. Após a abertura o preto não teve problemas para igualar, e até ficar um pouco melhor. No entanto sucumbiu a um final melhor conduzido por Filipov.

Krikor (2568) vs Dzhumaev (2510)

Krikor largou muito bem de brancas, obtendo interessante vantagem na abertura ao sacrificar um peão em d6. Isso lhe deu a iniciativa por largo tempo, e a expectativa de ponto inteiro vindo desse tabuleiro. Krikor, no entanto, aparentemente administrou mal o seu tempo no relógio, caindo em complicações com o apuro. Pouco a pouco foi deteriorando sua posição até cair num final de duas peças contra dama. Lutou, e até parecia que conseguiria empatar num dado momento, mas acabando levando um 41. Dh1#, mate. Um desfecho certamente doloroso e inesperado para nosso GM, jogando com segundos no relógio.

Vakhidov (2471) vs El Debs (2522)

Sobre Felipe El Debs caiu a responsabilidade de enfrentar o único não GM do match, o MI Jahongir Vakhidov, de 18 anos. Essa no entanto foi a partida que o Brasil teve menos chances de converter em ponto. Dominado desde a abertura, o GM brasileiro não conseguiu se impor diante do jogo firme e posicional do jovem uzbeque. A posição final tem material igualado, mas uma impressionante coordenação de peças do condutor das brancas transforma a vantagem posicional em decisiva. Partida muito bem conduzida pelo jovem Vakhidov, que fatalmente chegará a condição de GM.

Ausência de Milos

A equipe brasileira faz um rodízio continuo a cada rodada. Aparentemente é um acordo entre os próprios GM’s, garantindo um número equilibrado de partidas para cada um. Isso é normal e corriqueiro nas Olimpíadas, e várias equipes agem assim. Por exemplo, na primeira rodada é praxe que o tabuleiro 1 não jogue. No nosso caso Rafael Leitão. No entanto, do ponto de vista desportivo, não faz muito sentido retirar Gilberto Milos de um confronto importante, de forças equilibradas como esse com o Uzbequistão. Milos é um jogador renomado, terceiro colocado em Copa do Mundo (2000), com vitórias expressivas na carreira e que impõe respeito aos adversários. Foi e é um dos maiores nomes do xadrez brasileiro. Sua presença, a priori, não mudaria o resultado do match, mas não nos pareceu muito apropriado retirá-lo desse match apenas para cumprir um rodízio forçado. Se a lógica for a de dar oportunidade aos GM’s brasileiros mais jovens, poderíamos colocá-los até em matchs mais importantes, onde teríamos chances remotas de vencer de qualquer maneira. Mas num match em que tínhamos chances reais, vimos dissolvida a equipe brasileira num paredão uzbeque. Agora é recolher os cacos e fazer uma boa vitória sobre a Nigéria, uma equipe muito mais fraca (2206), para voltar aos matchs interessantes!

Link para partidas

Link para resultados

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Observação: HTML é permitido. Seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Assinar os comentários

%d blogueiros gostam disto: